Sábado, 06 de Março de 2021 10:17
42988489296
Blogs INCUBAÇÃO

10 dicas para uma boa eclosão na chocadeira.

Dentre os principais equipamentos necessarios para uma criação de aves ornamentais de sucesso está a chocadeira ou incubadora. Por mais conhecido e necessário que esse equipamento seja, muitos criadores ainda têm grandes dificuldades para obter o êxito em sua utilização. Dessa forma, reuni aqui 10 dicas práticas que com certeza irão ajudar a melhorar o desempenho das incubações.

02/02/2021 10h28 Atualizada há 4 semanas
847
Por: Redação Fonte: Luis Enrique Dias Wisniewski
Pintinhos de Sebright incubados em chocadeira
Pintinhos de Sebright incubados em chocadeira

A chocadeira ou incubadora é um dos principais equipamentos para criação de aves, sejam elas galinhas, aquáticos, faisões, pavões ou pássaros. Nesse texto, estarei apresentando um pouco da minha experiência pessoal ao longo dos anos para ter os melhores resultados com esse item que muitas vezes deixa os criadores na mão. Sim, muitos de nós compramos uma chocadeira, esperamos ansiosos pela eclosão dos pintinhos e quando passam os 21 dias (no caso de galinhas) nascem pouquíssimos ou ainda nenhum. É um investimento alto para um retorno baixo, então vamos tratar de resolver isso. Aqui, focarei na incubação de galinhas, entretanto as dicas podem ser úteis para qualquer ave, deixando claro que detalhes como umidade, por exemplo, vão variar.

1 - Atenção a temperatura durante a incubação! A temperatura durante a eclosão precisa estar em 37.8 Cº, com uma variação aceitável de -0.2 para mais ou para menos. Essa é a temperatura que vai garantir o melhor desenvolvimento dos embriões e consequentemente eclosão dos ovos. Manter essa temperatura vai depender do material e capacidade isolante da chocadeira, do termostato e principalmente da relação entre o termostato e a temperatura real dentro da incubadora.

 

2- Atenção a umidade durante a incubação! A umidade durante a incubação é fator DETERMINANTE para o desempenho da chocadeira e consequente eclosão. Durante os primeiros 18 dias, a umidade precisa estar entre 55 e 60% e nos últimos 3 dias da incubação ela precisa ser elevada para 65 até 70%. Esse aumento da umidade nos últimos dias da incubação garante que as membranas que envolvem o embrião permaneçam em condições ideias para o pintinho poder perfurá-las. Além disso, manter a umidade nesses valores durante todo o período de chocagem dos ovos permite a estabilidade e correto desenvolvimento da câmara de ar, que é o suprimento de oxigênio do embrião. Em chocadeiras mais simples, a umidade é garantida através de uma vasilha que é o reservatório de água, a dica nesses casos é: Quanto maior a superfície ou perímetro da bandeja de água, maior a evaporação, maior a umidade (e o contrário é verdadeiro, quanto menor a superfície, menor a evaporação e menor a umidade). Ou seja, nada adianta uma bandeja funda, mas sim uma com grande superfície. Já em chocadeiras mais tecnológicas temos o controle de umidade através de termômetros de bulbo úmido ou ainda digital.

 

3- Não confie apenas no termostato! É extremamente necessário que tenhamos métodos de aferir a temperatura e umidade durante a incubação, e aqui entram mais equipamentos necessários: TERMOHIGRÔMETRO e TERMÔMETRO DE VIDRO (BULBO ÚMIDO). Esses dois equipamentos nos mostraram a temperatura real dentro da incubadora, bem como a umidade. Eu recomendo ter os dois, de uma boa marca! Normalmente há uma variação entre os equipamentos e ter 2 dados para conferir é sempre melhor que um. Muitas vezes o termostato está viciado ou mal configurado, e a temperatura que lá está mostrada permite uma variação muito grande (de até 1 grau!!!), portanto, conferir é extremamente necessário. Alguns modelos e marcas de chocadeira permitem que configuremos essa diferença, então sempre leiam o manual. Como é necessário alterar a umidade nos últimos dias, esse processo necessita ser PRECISO então tenha os equipamentos em mão.

 

4- Atenção a viragem dos ovos! Diferentemente do que alguns manuais e marcas de chocadeira dizem por aí, os ovos PRECISAM ser virados desde o primeiro dia de incubação (e confesso que não sei de onde surgiu essa ideia de só ligar a viragem no 3º dia, rs). A viragem precisa ocorrer a cada uma hora pelo menos. Almas pesquisas indicam que os ovos precisariam ser virados 95 vezes por dia (!!!!). Se puder configurar, o ideal é uma viragem a cada 30 minutos. Essa movimentação permite que o embrião não grude em um dos lados do ovo, bem como também ajuda na estabilização da câmara de ar. E sim, nos últimos 2 ou 3 dias de incubação a viragem precisa ser DESLIGADA para que o embrião se acomode e consiga perfurar a câmara de ar corretamente para eclodir.

 

5- Armazenagem dos ovos é extremamente importante! O período de armazenagem dos ovos é fator crucial para o melhor desempenho da incubação e eclosão. O tempo de armazenagem ideal para ovos é de até 7 dias, podendo aguentar até 14 no máximo, a partir daí os índices da incubação caem consideravelmente. Essa armazenagem precisa ocorrer em local limpo, livre de umidade, com boa ventilação, sem incidência direta da luz solar e preferencialmente em bandejas plásticas (que permitem boa higienização). Os ovos precisam ficar com as pontas para baixo (garante a estabilização da câmara de ar) e limpos. Lembrando que, ovos muito ovais ou muito compridos, grandes ou pequenos demais não são indicados para a incubação. O ideal são ovos ovais (mas não muito, naquele formato tradicional de ovo hehe) e de tamanho médio (de acordo com o porte ou raça da galinha).

 

6- Vire os ovos antes da incubação! Essa dica é pouco falada mas muito importante para a câmara de ar e para a clara/gema não grudarem dentro do ovo. Os ovos precisam ficar com as pontas para baixo, sempre. Entretanto, devemos movimentá-los horizontalmente (um movimento de giro, parecido com apontar um lápis). A ponta está pra baixo, e nós rodamos o ovo no seu próprio eixo (sim, por texto essa definição é difícil). Essa viragem precisa acontecer pelo menos 2 ou 3 vezes por dia! 

 

7- O cuidado com as matrizes! Matrizes e reprodutores doentes, estressados, mal nutridos, com parasitas ou lesionados, velhos ou muitos novos terão, COM CERTEZA, problemas reprodutivos. Ovos não fertilizados, problemas na casca (trincas, alta porosidade), ovos com problemas nutricionais, ovos pequenos ou grandes demais, etc; Muitas vezes a incubadora está 100% e mesmo assim não conseguimos resultados, e o problema pode estar com nossos animais ou mesmo com a armazenagem dos ovos, portanto, atenção redobrada. 

 

8- Higienização dos ovos! Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, os ovos não podem ser lavados antes de incubar. No máximo dos máximos um pano levemente umedecido para tirar as sujeiras mais leves e só. A casca dos ovos é porosa para permitir a respiração do embrião, além de possuir uma proteção natural (na natureza as galinhas chocam na terra né?!) Quando lavamos o ovo ou passamos um pano muito molhado, nós empurramos a sujeira e/ou microrganismos para dentro dele, e aí contaminamos o embrião, levando a mortalidade, possível apodrecimento e uma bomba dentro da chocadeira, que se explodir contaminará muitos outros ovos. Portanto a dica aqui é: ovos muitos sujos, descarte! Pode usar para fazer um bolo ou algo do tipo. Ovos com sujeiras leves, limpeza com pano levemente umedecido (se conseguir limpar com pano seco, ÓTIMO!) Outra dica é o cuidado com os ninhos: ninho limpo = ovo limpo. Boa forragem é tudo!

 

9- Aporte de oxigênio! Não há como imaginarmos o desenvolvimento de um ser vivo sem oxigênio, não é mesmo? Então, é fundamental que nossa chocadeira tenha métodos de entrada de ar eficientes, mas que não afetem a temperatura e umidade interna. Assim, observe se o problema na incubação não é o fato da chocadeira ser muito fechada ou muito aberta! Se ver que tem muito ar entrado, feche alguma das entradas. Se ver que tem pouco ar, é mais complicado e um defeito de projeto da marca. É uma medida meio subjetiva, mas que vale a nossa atenção. 

 

10- O barato sai caro! Muitas vezes queremos economizar em uma chocadeira, achar o modelo mais barato. Infelizmente, muitas vezes esse mais barato é repleto de erros de projeto, pouca precisão, material inadequado e muitos outros problemas. Avalie em sua escolha o material da chocadeira e principalmente a opinião de outras pessoas que compraram anteriormente, pesquisa de mercado é tudo. Sobre preço, vamos fazer uma conta rápida:

 

Se eu comprar uma chocadeira de 200 ovos de R$2000 (um valor alto, que pode ser parcelado) + 100 reais a mais na conta de luz pelo uso por mês, tenho um gasto inicial (se for a vista) de R$2100 reais na primeira incubação. 

 

Considerando fertilidade dos ovos de 90% (ou seja, 180 ovos férteis) e uma eclosão de 80% (que pode ser maior, já que é uma boa chocadeira), teremos 144 pintinhos (se a matemática estiver certa hehe). Se eu vender esses 144 pintinhos por R$15 na primeira semana de vida (considerando raças de valor agregado), teremos: R$2160 na primeira incubação! "Ah Luis, mas eu crio caipira, vendo a R$5 cada pintinho" Beleza, na 3 incubação você já paga o investimento. Se o valor for parcelado, então todo mês você cobre o custo da parcela com os pintinhos mais todas as despesas de luz. 

 

Chocadeira é SEMPRE um investimento que vai dará RETORNO ECONÔMICO, desde que seja uma boa marca e bem manejada. Eu, Luís do Rancho LW indico a marca PREMIUM ECOLÓGICA (você pode encontrar elas para venda aqui |https://www.premiumecologica.com.br/|), que é líder de mercado há mais de 30 anos no Brasil. Eu uso na minha criação e recomendo. 

 

Espero que esse artigo tenha sido útil para você. Se foi, compartilhe com os amigos nas redes sociais, deixe uma curtida e um comentário. Um abraço e boa sorte nas próximas incubações!

Nossas redes sociais:

Youtube: Rancho LW

Instagram: @rancho_lw

Facebook: Rancho LW

 

Site: www.rancholw.com

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Aves Ornamentais em Foco
Sobre Aves Ornamentais em Foco
O Blog Aves Ornamentais em foco é escrito pelo acadêmico de Zootecnia da Universidade Estadual de Ponta Grosa (UEPG) e Fundador do Rancho LW, Luis Enrique Dias Wisniewski. Aqui você encontra dicas de como criar e cuidar bem suas aves ornamentais, com uma visão técnica e prática do negócio.
Castro - PR
Atualizado às 10h16 - Fonte: Climatempo
22°
Muitas nuvens

Mín. 16° Máx. 25°

22° Sensação
3.9 km/h Vento
87.3% Umidade do ar
90% (12mm) Chance de chuva
Amanhã (07/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 23°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Segunda (08/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 26°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias