Super banner Anuncio_MR_970x250
Lauro Lopes

Morre Lauro Lopes, ex-presidente do Sindicato Rural de Castro e ex-prefeito e vereador de Castro

Dos 53 anos do Sindicato Rural de Castro, Lauro Lopes presidiu a entidade por 33 anos, através de seu trabalho o sindicato se fortaleceu e esteve presente em diversas lutas importantes em favor do produtor rural.

08/03/2020 20h45Atualizado há 4 semanas
Por: Redação
Fonte: Reportagem: Toninho Anhaia
747

O Sindicato Rural de Castro emitiu Nota de Falecimento de seu ex-presidente Lauro Lopes. Ele faleceu na manhã de domingo, 8 de março de 2020, aos 90 anos, após travar uma luta contra o câncer. Lauro teve uma vida dedica com a comunidade castrense e também aos produtores rurais e foi um pai, esposo e amigo exemplar.

Seu corpo será velado na Câmara Municipal de Castro e o sepultamento será feito no Cemitério Municipal de Castro às 10:00 horas desta segunda-feira.

Em 2017 o jornalista Toninho Anhaia teve a oportunidade de entrevistar o Dr. Lauro para um especial dos 50 anos do Sindicato Rural de Castro.

 

Um legado deixado por Lauro Lopes na defesa do produtor rural e da comunidade de castrense.

 

O advogado, empresário, politico e produtor rural Lauro Lopes, ou o “Seo Lauro”, como carinhosamente é chamado por todos, participou desde a primeiro reunião do que hoje é o Sindicato Rural de Castro. 

A história do Sindicato inicia em 1967, após o pedido da Associação Rural de Castro ao Ministro do Trabalho e Previdência Social solicitando que a entidade fosse reconhecida como Sindicato Rural de Castro. 

 

 

Segundo Seo Lauro os devidos documentos foram feitos e a Carta Sindical foi aprovada e registrada em 13 julho de 1967. A presidência provisória do Sindicato ficou com Rivadavia Menarim que deixou registrado em ata que a conquista do reconhecimento é uma vitória para os produtores.

O ex-presidente Lauro Lopes participou esses fatos. “Naquela época eu era novo, mas já fazia parte da Associação Rural de Castro, até que tivemos a oportunidade para criarmos o Sindicato. Automaticamente todos os membros da associação passaram a ser filiados ao sindicato. Iniciei como filiado do sindicato e em pouco tempo fiz parte da diretoria. Passei pelos cargos de tesoureiro, secretário e também presidente. Além disso, foi integrante de vários conselhos da FAEP e do SENAR. Assumi a presidência, porque faleceu o presidente Antônio Ramim Silveira, em maio de 1983. Ele foi um dos mais valorosos companheiros que tanto lutou pela classe desde a fundação do sindicato.”, recorda Lauro Lopes.

Ele afirma que sua vida foi praticamente dentro da instituição, dos 53 anos o ex-presidente ficou por 33 anos na presidência e a deixou em 2016. Durante todos esses anos trabalhou atendendo gratuitamente os produtores e sempre investiu no patrimônio do sindicato, comprando novos terrenos para ampliação da nova sede e mantendo as antigas que hoje ajudam no faturamento da instituição. “A minha vida foi praticamente dentro do Sindicato Rural de Castro, tentei várias vezes deixar a presidência, mas sempre me convenciam a ficar. Aqui nunca deixei cobrar nada, aqui se atende o meio rural gratuitamente e oferecendo ótimos serviços ao produtor. Coloquei esse lema aqui, pois percebia que em outros sindicatos tudo era cobrado e isso não é correto.”, salienta o ex-presidente.

 

Lauro acredita que o sindicato de Castro é um dos sindicatos mais atuantes do Paraná e vem sendo exemplo de trabalho e dedicação aos produtores. “Os dirigentes da FAEP e outros presidentes quando visitam nossa sede sempre ficam encantados com que junto com a diretoria e nossos colaboradores e principalmente junto com nosso, produtores conseguimos construir aqui. Quando avalio o que fizemos, acredito que eu poderia ter feito mais, porém deixo para a história avaliar se o pouco que fiz fez a diferença para nossos produtores.”, avalia o ex-presidente Lauro.

Ponta Grossa - PR
Atualizado às 10h53
18°
Muitas nuvens Máxima: 20° - Mínima: 16°
18°

Sensação

8.8 km/h

Vento

66.2%

Umidade

Fonte: Climatempo
Brava
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas