Quinta, 23 de Setembro de 2021

Muitas nuvens

Castro - PR

Pecuária DEVON

Cabanhas Santa Alice e Gralha Azul vencem prêmio Difusão Genética Nacional 2021 da raça Devon

Touro de Santa Maria (RS) e vaca de Fraiburgo (SC) obtiveram melhores resultados no Promebo/ANC

07/09/2021 às 20h53
Por: Redação
Compartilhe:
O touro Bravo G7090 de Santa Alice 1100, da Cabanha Santa Alice, de Santa Maria (RS), da Sucessão de Armando Ribas, conquistou o bicampeonato no prêmio Difusão Genética Nacional, da raça Devon. Foto Alexandre Teixeira.
O touro Bravo G7090 de Santa Alice 1100, da Cabanha Santa Alice, de Santa Maria (RS), da Sucessão de Armando Ribas, conquistou o bicampeonato no prêmio Difusão Genética Nacional, da raça Devon. Foto Alexandre Teixeira.

O touro Bravo G7090 de Santa Alice 1100, da Cabanha Santa Alice, de Santa Maria (RS), da Sucessão de Armando Ribas, conquistou o bicampeonato no prêmio Difusão Genética Nacional, da raça Devon. nesta segunda-feira (6/9) pela Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC) durante a 44a Expointer, em Esteio (RS)O exemplar obteve índice final dos filhos somando 482,90. Representando o criatório, o médico veterinário Henrique Ribas afirma que o bicampeonato é a consolidação do animal como reprodutor. “É uma dupla deferência, mais especial ainda pelo fato de avaliar não só a quantidade mas também a qualidade dos filhos dele. Estamos muito felizes por mais essa conquista, especialmente por acreditarmos que, com o auxílio de ferramentas como o Promebo, nosso plantel caminha para o rumo certo”.

 

Na categoria fêmea, a vaca Arapari 2198 G6142 Palmeira RC 546, da Cabanha Gralha Azul, de Fraiburgo (SC), de Antonio Marcos Passarin, alcançou índice final 70,56. O criatório já havia sido premiado em 2019, também na categoria fêmea, mas com outro animal. “Essa fêmea nascida em 2013, foi a Grande campeã na primeira participação da raça Devon na Feira do Colono de Itajaí (SC), em 2019. Ela acumula cerca de 30 filhos registrados. Esse prêmio é muito importante, é um reconhecimento e um estímulo ao nosso trabalho de seleção genética” comemora Passarin, que cria Devon desde 2012.

 

A premiação, que até a edição do ano passado contemplava apenas os proprietários de animais nacionais com maior número de filhos registrados em um ano, passou a incluir critérios qualitativos em sua avaliação. Agora, são agraciados os criatórios responsáveis pelo touro e pela vaca cujos filhos somados tiveram maior índice final no Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne (Promebo).

 

Segundo a presidente da Associação Brasileira de Criadores de Devon e Bravon (ABCDB), Simone Bianchini, as duas propriedades premiadas primam pelo melhoramento genético de seus plantéis. “São criadores que levam muito a sério e se empenham na atividade pecuária. Numa feliz coincidência, este é o terceiro ano consecutivo que o prêmio é conquistado por criatórios do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A ABCDB reconhece a importância do Promebo, estimula e incentiva a participação de seus associados. Essas avaliações são fundamentais para a pecuária de corte da atualidade”, ressalta a dirigente. A carne Devon certificada, produzida pelo frigorífico São João (SC), foi uma das apoiadoras do evento.

Na categoria fêmea, a vaca Arapari 2198 G6142 Palmeira RC 546, da Cabanha Gralha Azul, de Fraiburgo (SC), de Antonio Marcos Passarin, alcançou índice final 70,56. Foto Bezier Filmes.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Castro - PR Atualizado às 03h12 - Fonte: ClimaTempo
Muitas nuvens

Mín. Máx. 19°

Sex 22°C 8°C
Sáb 21°C 11°C
Dom 25°C 12°C
Seg 28°C 13°C
Ter 31°C 19°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias