Sábado, 21 de Maio de 2022
12°

Poucas nuvens

Castro - PR

Agricultura PESTICIDAS

Membros da FPA querem celeridade na análise do projeto de pesticidas no Senado

O projeto de lei que trata da modernização do uso e produção de pesticidas aguarda despacho do presidente do Senado, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), para ser apreciado na Casa.

12/05/2022 às 11h09
Por: Redação
Compartilhe:
Nishimori complementa: “Precisamos produzir mais alimentos pensando no consumidor final, trazendo moléculas novas, mais seguras e menos tóxicas. O avanço da nossa agricultura vai trazer segurança alimentar para o Brasil”.
Nishimori complementa: “Precisamos produzir mais alimentos pensando no consumidor final, trazendo moléculas novas, mais seguras e menos tóxicas. O avanço da nossa agricultura vai trazer segurança alimentar para o Brasil”.

Em encontro realizado entre deputados e senadores membros da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), na manhã de hoje (11/05), foi acordado entre os parlamentares que a proposta em análise sobre a modernização do uso e produção de pesticidas no Brasil (PL 6299/2002) seja apreciada em conjunto pelas Comissões de Meio Ambiente (CMA) e de Agricultura (CRA) do Senado.        

O vice-presidente da FPA no Senado Federal, senador Zequinha Marinho (PL-PA), entende que a ideia é possível. “Já temos esse tipo de tramitação ocorrendo na análise de outros projetos de lei aqui no Senado”, explicou o parlamentar. 

Zequinha acredita que o consenso pode dar celeridade a um projeto que já está há 20 anos sendo debatido no Congresso Nacional. “Estamos tentando modernizar e atualizar a legislação sobre pesticidas de forma que o processo não trave em uma das comissões. Não adianta andar em uma (comissão) e parar em outra,” pontuou o senador. 

O relator do projeto do Alimento Mais Seguro (PL 6299/2002), na Câmara, deputado Luiz Nishimori (PSD-PR), julga o atual momento como ideal para que o tema seja aprovado no Senado. “O que nós queremos é criar novas moléculas e novos produtos, porque estão surgindo novas doenças que precisamos combatê-las.” 

Nishimori complementa: “Precisamos produzir mais alimentos pensando no consumidor final, trazendo moléculas novas, mais seguras e menos tóxicas. O avanço da nossa agricultura vai trazer segurança alimentar para o Brasil”. 

O presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado Sérgio Souza (MDB-PR), também esteve no encontro. Ele enfatizou que a aprovação é fundamental para o setor de um modo geral. “O assunto é claro e quem o estuda para compreender a necessidade e o contexto, percebe a importância da proposta”.

Em representação ao setor produtivo, o diretor executivo da Associação Brasileira de Soja, (APROSOJA), Fabrício Rosa, apresentou os destaques do projeto em relação à produção de alimentos. “Essa já é uma realidade em diversos países do mundo. Se tivéssemos essa lei aprovada, teríamos a capacidade de fazer a transição de produção sem prejudicar o setor”, argumentou. 

Ao final da reunião, o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) disse que os colegas estão atentos e analisando bem a proposta do Alimento Mais Seguro. “Entendemos muito bem o projeto e sabemos da importância dele para o nosso país”. 

Também participaram do encontro, os senadores: Eduardo Girão (PODE-CE), Sérgio Petecão (PSD-CE), Esperidião Amin (PP-SC), Carlos Fávaro (PSD-MT), Lasier Martins (PODE-MS), Luiz Carlos Heinz (PP-RS) e Luiz do Carmo (PSC-GO). 

O projeto de lei que trata da modernização do uso e produção de pesticidas aguarda despacho do presidente do Senado, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), para ser apreciado na Casa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Castro - PR Atualizado às 18h49 - Fonte: ClimaTempo
12°
Poucas nuvens

Mín. Máx. 19°

Dom 19°C 5°C
Seg 20°C 9°C
Ter 22°C 10°C
Qua 24°C 10°C
Qui 24°C 11°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Ele1 - Criar site de notícias