Quarta, 27 de Maio de 2020
42988489296
Pet Canário Bela

Norwich - O Imponente Inglês do Condado de Norfolk

Norwich ficou famosa por seus canários, uma moda e comércio que durou pelo menos 200 anos, nos quais o canário de Norwich passou por aprimoramentos genéticos, consanguíneos e fixação de suas características iniciais.

06/05/2020 14h47
417
Por: Redação Fonte: Artigo: Fabiano Lamoglia - Criador de Norwich Filiado a Sociedade Ornitófila Pontagrossense
A Inglaterra é sem duvida o berço de algumas raças notáveis, tanto pela sua beleza como também pela sua imponência, dentre elas encontramos a que nasceu no condado de Norfolk, na Ânglia Oriental Inglesa, que tem como sede administrativa a cidade de Norwic
A Inglaterra é sem duvida o berço de algumas raças notáveis, tanto pela sua beleza como também pela sua imponência, dentre elas encontramos a que nasceu no condado de Norfolk, na Ânglia Oriental Inglesa, que tem como sede administrativa a cidade de Norwic

A Inglaterra é sem duvida o berço de algumas raças notáveis, tanto pela sua beleza como também pela sua imponência, dentre elas encontramos a que nasceu no condado de Norfolk, na Ânglia Oriental Inglesa, que tem como sede administrativa a cidade de Norwich, a qual deu nome a essa bela raça.

A cidade de Norwich entra em cena quando os tecelões flamengos ali se estabeleceram em meados do século XVII. Eles trouxeram consigo pássaros nativos das ilhas canárias, os recém chamados de canários e logo se tornaram animais domésticos de gaiola, o canto atraente dos pássaros machos era seu maior atrativo, e ainda não estavam fixadas características, tais como forma, tamanho e plumagem. 

Norwich ficou famosa por seus canários, uma moda e comércio que durou pelo menos 200 anos, nos quais o canário de Norwich passou por aprimoramentos genéticos, consanguíneos e fixação de suas características iniciais.  A fama dos canários de Norwich surgiu em grande parte pelo trabalho e dedicação de criadores moradores do Condado, e seus esforços para torná-lo um pássaro com fenótipo próprio, que o diferenciava das demais raças já existentes na Inglaterra. Uma dessas características era a coloração laranja introduzida artificialmente com a adição de especiarias em sua alimentação, tais como a pimenta. A criação seletiva teve papel importante na fixação de suas novas características, forma, tamanho, cabeça e plumagem, apesar de seus primeiros atrativos serem a cor e o canto, posteriormente o tamanho e o volume tornaram-se o padrão desejado pelos criadores. Seu tamanho, forma e plumagem, também na história deste pássaro o tornam um canário exclusivo. 

200 anos após a chegada dos primeiros exemplares, esses já não se assemelhavam ao cenário ancestral, tornou-se muito popular e, já tinha assumido o nome da cidade de Norwich. Os canários de Norwich eram menores naquela época, tinham menos de 15cm. Nesse momento, o grande Lancashire foi uma das raças utilizadas para aumentar o tamanho e mudar as características da raça no final do século XVIII. Em 1890, cerca de 400 criadores e entusiastas se reuniram em Norwich e decidiram qual seria o novo padrão, tipo e qualidade em relação a raça. 

Ao contrário do que muitos imaginam, e também do que ele aparenta; o canário Norwich tem um temperamento forte e agressivo, sendo muito difícil sua reprodução em bigamia ou poligamia. Salvo em alguns casos onde os machos aceitam fêmeas que sejam exatamente idênticas, já observei casos em que os machos mataram suas companheiras, por simples implicância, outros deixaram nelas muitos ferimentos no topo da cabeça, as vezes com o crânio a mostra.

São aves férteis, sua reprodução não exige muitos cuidados para os criadores com alguma experiência em raças consideradas de grande porte. Algumas particularidades, como tosa das sobrancelhas e da cloaca são necessárias, bem como respeitar o tempo de namoro entre o casal com a divisória na gaiola, já que esse é um tempo maior que o de outras raças, o ideal é no mínimo 15 dias de namoro. Acasalam a partir de setembro, e podem seguir até final de janeiro. Em casos raros os Norwichs tratam sua prole, mas geralmente são necessárias amas secas na criação.

Por muitos anos, a raça foi incompreendida e até discriminada, pois quando se falava em Norwichs entre os criadores, logo vinham a lembrança os temerosos cistos de penas, excesso de plumagem, cegueira e infertilidade, o que na verdade é uma lenda, já que tais problemas podem ocorrer em todas as raças. Confesso que há quase 20 anos criando a raça e observando suas particularidades, tive raros casos de cegueira, o que não chega a ser nada anormal, uma vez que também acontece nos mesmos índices em outras raças grandes. 

Quanto aos cistos, podemos dizer que existiam muitos exemplares mestiçados com a raça Crest provenientes de péssima linhagem, de acasalamentos sucessivos entre nevado x nevado, filhos de canários importados com péssima qualidade e com genótipo incerto, o que produzia os temidos cistos de penas, em resumo são frutos de acasalamentos errados, salvo em alguns casos onde a falha está no manejo e os cistos aparecem devido a debicagem.

Até certo tempo atrás no Brasil, não havia domínio e o devido conhecimento sobre o padrão desejado, descrito no manual de julgamento da OBJO, tanto que em várias reuniões foram discutidos os critérios que seriam aplicados em julgamento, padronizando assim  de uma vez por todas o que seria um Norwich e o que seria um Crest, aves totalmente diferentes e impossíveis de serem confundidas.

Se observa claramente que em cada pais da Europa os Norwichs tem suas particularidades, no entanto, deve-se buscar o padrão inglês, que é o o padrão COM. Os critérios de seleção da raça devem ser observados com rigor, bem como os padrões para o acasalamento, para que se chegue a um exemplar puro, o que exige certo conhecimento técnico, que pode ser adquirido através de estudos e leitura do manual de julgamento, trocas de informações com criadores mais experientes na raça também são importantes como fonte de aprendizado.

 

Algumas curiosidades e particularidades da raça:

 

Durante séculos, as ruas da cidade de  Norwich teriam ecoado com sons de um novo morador, de canto forte e marcante. Essa interação do canto dos canários e o barulho de teares deve ter dado à cidade uma paisagem sonora única e um tanto mágica. Esse é apenas um dos aspectos da conexão da cidade de Norwich com os canários que levam o seu nome. Inclusive, os laços da cidade com os pássaros ajudaram os moradores a fugir da perseguição religiosa nos Países Baixos, declarou o colunista da EDP Jonathan Mardle (Eric Fowler) em 1957, "nenhuma história mais bonita sobre Norwich do que a dos canários".

Outubro de 1907 jornal

 

 

Mas, como Eric Fowler observou, os pássaros eram um elemento obrigatório na cidade. "Quando a tecelagem morreu e os sapatos tomaram seu lugar, o povo de Norwich ainda tinha o canto de seus pássaros para iluminar suas casas", escreveu ele.

Desde então, os locais de criação para os pássaros haviam mudado dos centros tecelões para bares locais. A virada do século XX viu nascer de 30 a 40 sociedades de pássaros em gaiolas, cada uma tendo uma exposição em outubro. No auge, havia algo como 3.000 criadores na cidade, como Lowestoft, Wymondham e Great Yarmouth - um número incrível.

Os sapateiros tomavam café da manhã no pub e depois esperavam no bar enquanto os pássaros eram julgados. Em outubro de 1873, houve uma mostra polêmica no St Andrew's Hall, quando um criador visitante exibiu alguns canários Norwich que eram  surpreendentemente alaranjados. Os criadores locais reclamaram que a plumagem dos pássaros devia ter sido tingida. Após verificação feita por Francis Sutton, no County Analyst, concluiu que o criador, Edward Bemrose, não havia trapaceado. Tanto que dois meses depois,  Bemrose revelou seu segredo, ele havia alimentado seus pássaros com pimenta caiena.

Há alguns anos em uma conversa com um dos maiores criadores da Raça da história, Mr. Chriss Goodal, ele me contou a historia de como ele e seu pai foram metódicos e aprimoraram a raça até os padrões que vemos hoje admitidos nos concursos, até hoje ele ainda mora no Condado e lamenta que na cidade de Norwich não existam mais que 5 criadores da raça, e teme sua extinção daquele lugar. Importante ressaltar que a foto do canário Norwich mais compartilhada e vista no mundo, e base para o padrão atual foi de um canário do Sr. Chriss Goodal, segue abaixo a história do mesmo contada pelo próprio Mr. Chriss.

Padrão em 1911

 

 

                                

Padrão em 1940

 

Padrão Atual.

 

 

This has to be the most seen, and used photograph of a Norwich Canary. I have received requests from 5 fanciers, to be friends with them on Facebook, who use this photo as their profile picture. I have seen the bird used on diplomas, rosettes, plates, mugs, posters advertising shows, and packets of bird food. May i take this opportunity to inform people new to the fancy, that this buff cock was bred in my father's birdroom in 1988, and won for us the award for Best Norwich at the English National, as a flighted bird in 1989. The photo was taken by that   great bird photographer Denis Avon.

 

Esta deve ser a fotografia mais vista e usada de um canário de Norwich. Recebi pedidos de 5 criadores para ser amigo deles no Facebook, eles usam esta foto como foto de perfil. Vi o pássaro usado em diplomas, rosetas, pratos, canecas, pôsteres de propaganda e pacotes de comida para pássaros. Gostaria de aproveitar esta oportunidade para informar as pessoas novas na criação, de que este canário foi criado no criatório de meu pai em 1988 e ganhou para nós o prêmio de Melhor Norwich no Inglês Nacional, a  foto foi tirada pelo grande fotógrafo de aves Denis Avon.

 

O Norwich ideal

 

Coloração: É permitido a pigmentação com corantes artificiais, desde que homogênea.

Forma tipo e tamanho equivalem a maior pontuação do pássaro, são características padrão da raça:

Cabeça harmônica, com testa volumosa, redonda quando vista de todos os ângulos, nuca cheia, bochechas volumosas que devem ser mais largas que o topo da cabeça, esta deve ser implantada ao corpo, com pescoço curto e grosso, sobrancelhas volumosas, nunca desfiadas como nos crests, olhos aparentes, bico curto e grosso.

Corpo volumoso no peito e no dorso; curto, mas nunca inferior a 15,5 cm, levemente se afunilando em direção a cauda, onde as asas aderentes devem finalizar sobre a base da cauda , que deve ser larga e com cauda curta. 

A plumagem deve ser aderente ao corpo, não desfiada ou com excesso de fachos, o acabamento inferior em forma de uma curva reversa na base da cauda, o que a meu ver seria um dos pontos mais valorizados, pernas curtas e fortes que não mostrem as coxas do pássaro. A posição é de 45°.

A plumagem é um dos maiores desafios da raça, devendo ser sedosa e compacta, não prejudicando a harmonia da ave em sua forma e desenho volumoso. Por ser uma raça de grande porte, e com plumagem volumosa, devemos saber diferenciar schimell de nevadismo.

 

 

 

Defeitos graves

 

Fenótipo que lembre a raça crest, posição abaixada ou sentada no poleiro, plumagem frouxa, sobrancelhas desfiadas, corpo longo, coxas aparentes, costas retas, guelras (penas na bochecha que se voltam em direção aos olhos), falta de bochechas, pescoço duro ou longo, cistos de pena, rabo de galo, cabeça demasiadamente grande e desproporcional, cabeça pequena, cabeça não implantada ao bloco, ou excessivamente implantada, perdendo desenho de nuca e bochechas, nuca achatada, cabeça quadrada ou com sobrancelhas desproporcionais, olhos não aparentes, canários muito pequenos abaixo de 15,5cm. 

 

A anilha utilizada é a 3.2

 

Nesses ultimos anos estão sendo apresentados em concursos algumas aves excelentes, no padrão ideal, e também muitos novos criadores despertaram interesse, iniciando na criação dos Norwichs, acredito que veremos nos próximos anos um crescimento expressivo de qualidade e quantidade nos exemplares apresentados.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ponta Grossa - PR
Atualizado às 08h33 - Fonte: Climatempo
Tempo aberto

Mín. Máx. 20°

° Sensação
16.1 km/h Vento
68.9% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (28/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 20°

Geada
Sexta (29/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 10° Máx. 22°

Sol
Ele1 - Criar site de notícias