Segunda, 18 de Janeiro de 2021 01:29
42988489296
Pecuária LATICÍNIOS

Superação foi a marca dos pequenos e médios laticínios gaúchos em 2020

O presidente da Associação das Pequenas e Médias Indústrias de Laticínios do Estado (Apil), Délcio Giacomini, afirma que foram impostos muitos desafios, mas o trabalho desenvolvido de forma inteligente, utilizando a tecnologia a seu favor, ajudou o setor a administrar os impasses e dificuldades.

31/12/2020 07h47
282
Por: Redação Fonte: Rejane Costa/AgroEffective
Apil trabalhou intensamente em prol da cadeia láctea buscando enfrentar os desafios impostos pela pandemia de Covid-19.Crédito JM Alvarenga.
Apil trabalhou intensamente em prol da cadeia láctea buscando enfrentar os desafios impostos pela pandemia de Covid-19.Crédito JM Alvarenga.

As pequenas e médias indústrias de laticínios do Rio Grande do Sul trabalharam com superação neste ano de 2020 em que o mundo enfrentou a pandemia de Covid-19. As normas sanitárias exigidas para evitar o contágio da doença mudaram a rotina dentro das plantas industriais da cadeia láctea. Porém, após o primeiro impacto com todas as mudanças advindas do distanciamento social, o setor aprendeu a conviver com a situação e ir em busca de soluções.

 

O presidente da Associação das Pequenas e Médias Indústrias de Laticínios do Estado (Apil), Délcio Giacomini, afirma que foram impostos muitos desafios, mas o trabalho desenvolvido de forma inteligente, utilizando a tecnologia a seu favor, ajudou o setor a administrar os impasses e dificuldades. “Enfrentamentos questões de mercado com a mudança no hábito dos consumidores nos adaptando e nos reiventando”, salienta.

 

Caption

Conforme Giacomini, a Apil por meio de sua direção, associados e colaboradores, trabalhou intensamente com o objetivo de apoiar o setor. “A distância não nos separou mas, sim, fortaleceu os nossos laços através de reuniões virtuais semanais e mensais para tratar de temas importantes ligados à produção e industrialização do leite e seus derivados”, comenta o dirigente, lembrando também a participação em vários encontros junto a outras entidades do setor e o poder público estadual e federal.

 

Giacomini ressalta que apesar da estiagem que vem atingindo o Estado desde 2019 e prejudicando a produção, a expectativa para 2021 é de uma melhora no cenário, inclusive com a possibilidade da chegada de uma vacina contra a Covid-19 já no primeiro trimestre do ano. “Cada laticínio tem a sua região de abrangência, por isso, além das políticas públicas do Estado e da Federação, também são muito importantes as ações dos executivos municipais. Para 2021 temos muitos projetos a desenvolver e para que todos nós tenhamos sucesso é necessária a união de toda a sociedade. Este é um dos aprendizados que esta pandemia nos deixou”, conclui Giacomini.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Castro - PR
Atualizado às 01h10 - Fonte: Climatempo
17°
Muitas nuvens

Mín. 16° Máx. 24°

17° Sensação
16.2 km/h Vento
96.3% Umidade do ar
90% (25mm) Chance de chuva
Amanhã (19/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 19°

Chuvoso
Quarta (20/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 22°

Sol com muitas nuvens e chuva
Ele1 - Criar site de notícias