Terça, 04 de Agosto de 2020
42988489296
Geral Geada

Geada no mês de julho realça a beleza do Santuário Nossa Senhora das Brotas

Quem fez caminhada para o Santuário Nossa Senhora das Brotas, nas primeiras horas da manhã, contemplou uma bela paisagem marcada pela geada.

10/07/2020 10h43 Atualizada há 4 semanas
1.224
Por: Redação Fonte: Redação
Geada deu um toque a mais na beleza do Santuário Nossa Senhora das Brotas.Fotos Toninho Anhaia
Geada deu um toque a mais na beleza do Santuário Nossa Senhora das Brotas.Fotos Toninho Anhaia

A manhã de sexta-feira, registrou geada em boa parte dos Campos Gerais, em Piraí do Sul, no Santuário Nossa Senhora das Brotas o gelo deu um realce a mais nos espaços de oração do Santuário.

A pesar de frio a imagem encanta os olhos fazendo com que o espectador esqueça do ar gelado e aprecie a beleza do lugar.

A devoção ao título mariano de Nossa Senhora das Brotas, nasceu em 1808 com primeiro Santo Brasileiro, São Frei Galvão, quando passou em visitas pelas terras, onde hoje está erguido o Santuário Nossa Senhora das Brotas.

Nestes mais de 200 anos de devoção é fé a Nossa Senhora é considerada a padroeira da Agropecuária, dos Tropeiros e recentemente o Santuário é o Portal da Rota Rosário, além de ser a padroeira do município de Piraí do Sul.

Veja o video com belas imagens da geada

Características Climáticas do Inverno no Paraná

Segundo o Simperar o  o inverno no Paraná é caracterizado pelos menores valores de precipitação acumulada em grande parte do estado com base na climatologia disponível. A distribuição espacial da chuvas segue a trajetória típica das passagens de sistemas frontais nessa área. Nos meses de julho e agosto ocorrem os mais secos do ano no Paraná. A partir de setembro, principalmente na segunda quinzena, as chuvas no Paraná começam a apresentar alterações em seu regime típico de inverno, com o desenvolvimento de áreas de instabilidade associadas ao aquecimento mais acentuado da atmosfera, entre o Centro-Oeste brasileiro e o Paraguai.

Temperatura: o inverno é a estação mais fria do ano. O ingresso de massas de ar frias e secas no território paranaense é uma ocorrência habitual após a passagem de frentes frias. Essas massas de ar ocasionam quedas acentuadas nas temperaturas num intervalo entre 24 e 48 horas. Com o frio mais intenso associado a massas de ar de origem polar, a formação de geadas em boa parte do Estado (com menor probabilidade no norte) é favorecida. Os maiores riscos climáticos para formação das geadas são observados nas regiões mais altas do estado (regiões Sul, Centro Sul, Centro e Campos Gerais). É recomendado aos usuários a acompanhar as previsões de tempo diárias (para os intervalos 24, 48 e 72 horas) sobre a possibilidade de ocorrência de geadas no Paraná. Outro fenômeno típico da estação são os nevoeiros, com intensidade e duração diretamente associadas ao padrão de tempo predominante na região.

A tabela abaixo mostra os valores das médias históricas de chuva (faixa de variação), temperatura mínima e temperatura máxima para cada região do Paraná nos meses de julho, agosto e setembro.

temperatura média do ar deverá ficar ligeiramente acima da média climatológica para os próximos 3 meses. As massas de ar frio devem apresentar um comportamento um pouco diferente de anos normais; a atuação dessa massas de ar sobre o Paraná deve ser menos persistente nos próximos meses. Com essa característica, o inverno vai apresentar grandes oscilações de temperatura em intervalos de tempo de poucos dias. Há previsão da ocorrência de episódios chamados de "veranicos", que são a ocorrência de vários dias consecutivos secos e mais quentes que o habitual para a estação, intercalados com períodos curtos de frio intenso;

Conforme a indicação dos principais modelos climáticos analisados, a precipitação esperada para o inverno de 2020 será igual ou abaixo do acumulado normalmente esperado para esta época do ano. A expectativa é do predomínio de massas de ar seco por diversas semanas desta estação, inibindo a formação de chuva de grande extensão e volume e contribuindo para a manutenção do atual déficit hídrico que vem sendo observado nos últimos 12 meses em praticamente todas as regiões do estado do Paraná. Mesmo com a ocorrência eventual de episódios que causem acumulados de chuva mais volumosa, ainda assim são esperados períodos mais prolongados sem ocorrência de chuva significativa, reforçando o indicativo que o próximo trimestre seja ainda mais seco que a média climatológica para o mesmo período. Com informações do Simepar.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ponta Grossa - PR
Atualizado às 08h11 - Fonte: Climatempo
12°
Nevoeiro

Mín. Máx. 22°

12° Sensação
13.1 km/h Vento
86.8% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (05/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 10° Máx. 23°

Sol com algumas nuvens
Quinta (06/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 11° Máx. 24°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias