Quinta, 23 de Setembro de 2021

Muitas nuvens

Castro - PR

Geral Paraná

Mais de 6 milhões de paranaenses já foram imunizados, quase 70% da população adulta

Marca foi atingida nesta sexta-feira (30) pelo Estado. Somando os que tomaram a primeira dose e o imunizante de dose única, 6.016.144 pessoas já fo...

31/07/2021 às 13h32
Por: Redação.. Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
© José Fernando Ogura/AEN
© José Fernando Ogura/AEN

O Paraná atingiu nesta sexta-feira (30) a marca de 6 milhões de pessoas que receberam ao menos uma dose da vacina contra a Covid-19. Somando os que tomaram a primeira dose e o imunizante de dose única, 6.016.144 pessoas já foram vacinados. Isso significa que sete em cada 10 paranaenses com mais de 18 anos já iniciaram o processo de imunização (69%), sendo que 26,1% da população adulta (2.277.142 pessoas) completaram o ciclo vacinal.

No recorte considerando a população geral do Estado, 52,2% dos paranaenses receberam ao menos uma dose de vacina e um em cada cinco estão completamente imunizados. Os dados são do vacinômetro do Sistema Único de Saúde (SUS), atualizado pelo Ministério da Saúde.

A previsão do Governo do Estado é que toda a população adulta receba ao menos uma dose até o final de setembro, atingindo os 80% em cerca de um mês, até o fim de agosto. Quinto estado que mais vacinou a população, o Paraná deve superar neste fim de semana a marca de 8 milhões de vacinas aplicadas desde o início da campanha, em janeiro.

Alguns grupos já completaram a cobertura vacinal, que é atingida após a aplicação das duas doses ou da vacina de dose única. Os profissionais da saúde estão 100% imunizados, assim como praticamente todo o público com 65 anos ou mais. Entre a população indígena, 86,7% receberam as duas doses, além de 64,7% das pessoas com idade entre 60 e 64 anos.

Para o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, quanto maior esse escudo de imunização, menor é a chance do vírus se propagar. “Continuamos com os cuidados de sempre: distanciamento, uso de máscara e higiene das mãos. Mas o que vai nos salvar de fato é a vacinação, como mostram todos os estudos”, disse.

“A vacina tem que ser tomada, tanto a primeira e principalmente a segunda dose, que é a que cria o escudo de proteção contra o coronavírus, além da dose única, se tivermos novamente. É necessário que todos se vacinem para podermos vencer essa pandemia”, acrescentou.

GRUPOS– A população geral, com idade entre 18 e 59 e que não estava contemplada nos grupos prioritários, é o público que mais recebeu vacinas, com 2.520.311 doses aplicadas. É seguido pela faixa dos 60 aos 64 anos (847.464), de 65 a 69 anos (823.008), trabalhadores da saúde (790.170), pessoas de 70 a 74 anos (607.905), comorbidades (572.668), com 80 anos ou mais (446.433) e com idade entre 75 e 79 anos (412.166).

Entre as categorias profissionais, foram aplicadas 234.608 doses em trabalhadores da educação básica, 90.583 em caminhoneiros (88,6% de dose única), 35.442 nas forças de segurança e salvamento, 34.180 em trabalhadores do ensino superior, 16.306 em trabalhadores do transporte coletivo rodoviário (89,5% dose única), 15.652 nos trabalhadores da limpeza, 13.035 portuários, 10.469 nas Forças Armadas, 6.712 em trabalhadores industriais, 4.780 em funcionários do sistema penitenciário, 4.280 em profissionais do transporte aéreo, 2.607 do transporte ferroviário e 197 do transporte aquaviário.

Os demais grupos contemplados foram as gestantes (73.011 doses), idosos institucionalizados (67.348), pessoas com deficiência permanente (52.713), população privada de liberdade (27.822), indígenas (19.244), puérperas (16.604), Quilombola (8.746), pessoas em situação de rua (3.942), pessoas com deficiência institucionalizadas (3.419) e população ribeirinha (2.872).

CIDADES– As cidades que mais vacinaram, em números absolutos de doses aplicadas, foram Curitiba (1.402.836), Londrina (398.627), Maringá (379.350), Cascavel (231.683), Ponta Grossa (206.481), Colombo (140.646), Guarapuava (130.314), Paranaguá (114.696), Toledo (99.288) e Apucarana (96.975).

Até o momento, 9.671.370 vacinas foram enviadas ao Paraná pelo Ministério da Saúde. Assim que chegam ao Estado, os imunizantes são destinados ao Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), onde a Secretaria de Estado da Saúde faz a separação e a distribuição entre as 22 Regionais de Saúde. Elas são então enviadas aos municípios, que são responsáveis pela aplicação na população.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Castro - PR Atualizado às 02h32 - Fonte: ClimaTempo
Muitas nuvens

Mín. Máx. 19°

Sex 22°C 8°C
Sáb 21°C 11°C
Dom 25°C 12°C
Seg 28°C 13°C
Ter 31°C 19°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias