Sábado, 11 de Julho de 2020
42988489296
Dólar comercial R$ 5,32 -0.374%
Euro R$ 6,01 -0.33%
Peso Argentino R$ 0,08 -0.53%
Bitcoin R$ 51.928,56 -0.173%
Bovespa 100.031,83 pontos +0.88%
Agricultura Milho

Zoneamento agrícola de risco climático para o milho no DF e Entorno e no Oeste baiano será validado em reuniões técnicas pela internet

As reuniões de validação servirão para atualizar as datas de semeadura com menor risco climático para a cultura do milho, além de orientar os produtores para a escolha dos melhores tipos de solo quanto à capacidade de armazenamento de água e das variedades mais resilientes e adaptadas para cada região.

15/06/2020 10h29
229
Por: Redação Fonte: Redação
Reunião validará datas de semeadura adequadas para o milho - Foto: Zineb Benchekchou
Reunião validará datas de semeadura adequadas para o milho - Foto: Zineb Benchekchou

A Embrapa promove, no dia 23 de junho, reuniões técnicas para apresentar e validar os dados sobre o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC) para a cultura do milho 1ª e 2 a safras para a região do Distrito Federal e Entorno, às 9h, e para a 1ª safra no Oeste da Bahia, às 15h, em parceria com a Fundação Bahia. Em virtude da pandemia da Covid-19, os encontros serão realizados via internet, no endereço http://conferenciaweb.rnp.br/webconf/zarc.

Com participação de corpo técnico do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), os eventos são destinados a produtores rurais, consultores técnicos, gestores públicos, representantes de entidades de pesquisa e ensino, de bancos, de cooperativas e do setor privado. A metodologia do ZARC e os dados para as regiões serão apresentados pelo pesquisador Fernando Macena, da Embrapa Cerrados (DF). 

“As reuniões de validação servirão para atualizar as datas de semeadura com menor risco climático para a cultura do milho, além de orientar os produtores para a escolha dos melhores tipos de solo quanto à capacidade de armazenamento de água e das variedades mais resilientes e adaptadas para cada região, contribuindo para a racionalização do crédito agrícola”, explica Macena.

As informações validadas servirão de base para relatórios que serão elaborados pelos pesquisadores da área de agroclimatologia da Embrapa Cerrados e encaminhados ao Comitê Gestor do Zoneamento Agrícola de Risco Climático da Embrapa. O comitê fornecerá as informações ao MAPA para que seja publicada uma portaria disciplinando o Zarc para o milho no Distrito Federal e Entorno (1ª e 2ª safras) e no Oeste baiano (1ª safra).

Sobre o ZARC

Desenvolvido pela Embrapa e parceiros, o método ZARC é aplicado no Brasil como política pública desde 1996, por meio do MAPA. Ferramenta tecnológica de análise de risco em função da variabilidade climática, o ZARC indica as melhores datas ou períodos de plantio/semeadura por cultura e por município, considerando as características do clima, o tipo de solo e o ciclo de cultivares, a fim de evitar que adversidades climáticas coincidam com as fases mais sensíveis das culturas, minimizando as perdas agrícolas e contribuindo para o aumento da produção e da produtividade.

A ferramenta foi construída a partir de modelos matemáticos com informações climáticas e dados gerados em áreas de pesquisa agrícola. O trabalho com a metodologia envolve atualmente 25 unidades de pesquisa e mais de 100 pesquisadores da Embrapa no aprimoramento e na atualização do modelo para mais de 40 culturas, com alcance de 24 Unidades da Federação. Mas para que o ZARC seja realmente adequado à realidade da região, a Embrapa inclui a etapa de validação pelo setor produtivo.

A tecnologia é considerada uma ferramenta essencial de apoio à tomada de decisão para o planejamento e a execução de atividades agrícolas, para políticas públicas e, notadamente, à seguridade agrícola. Tanto que, para ter acesso ao Programa de Garantia de Atividade Agropecuária (Proagro), ao Programa de Garantia da Atividade Agropecuária da Agricultura Familiar (Proagro Mais) e à subvenção federal ao prêmio do seguro rural, o produtor deve observar as recomendações do ZARC. Além disso, agentes financeiros já estão condicionando a concessão do crédito rural ao uso do zoneamento agrícola de risco climático. Fonte Embrapa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ponta Grossa - PR
Atualizado às 10h26 - Fonte: Climatempo
15°
Poucas nuvens

Mín. Máx. 25°

15° Sensação
19.9 km/h Vento
49.9% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (12/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 26°

Sol com algumas nuvens
Segunda (13/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 23°

Sol com muitas nuvens e chuva
Ele1 - Criar site de notícias