Sábado, 21 de Maio de 2022
12°

Poucas nuvens

Castro - PR

Avicultura ENERGIA

RenovaPR viabiliza avicultura no Sudoeste

O RenovaPR está aberto aos produtores interessados tanto na instalação de unidades solar fotovoltaicas quanto de biodigestores que transformam a biomassa em energia. Os projetos são recebidos nos escritórios municipais do IDR-Paraná. Caso pretenda aproveitar os benefícios do Banco do Agricultor Paranaense, o produtor deve procurar também o agente financeiro credenciado a esse programa.

05/11/2021 às 12h30
Por: Redação
Compartilhe:
A perspectiva de reduzir os custos de produção que despertou o interesse de Cambruzzi pelo projeto financiado pelo RenovaPR. Foto IDR-Paraná.
A perspectiva de reduzir os custos de produção que despertou o interesse de Cambruzzi pelo projeto financiado pelo RenovaPR. Foto IDR-Paraná.

Há onze anos Genir Cambruzzi mora em uma chácara, em Dois Vizinhos, onde mantém dois aviários. Com a ajuda do filho Alan, ele chega a alojar 55 mil aves que são entregues à integradora BRF, a cada 28 dias. A avicultura foi uma saída para explorar a propriedade que tem apenas 3,6 ha. Mas nos últimos anos os custos com a energia elétrica começaram a pesar todo fim de mês. A saída foi buscar uma forma alternativa de gerar energia na propriedade por meio de placas fotovoltaicas. O projeto está sendo viabilizado graças ao Programa RenovaPR que vai possibilitar o financiamento da compra do equipamento. O valor que Cambruzzi vai pagar nos próximos meses é inferior ao que ele gasta atualmente com energia elétrica. A redução da despesa incentivou o produtor a planejar a ampliação da atividade nos próximos anos.

Foi a perspectiva de reduzir os custos de produção que despertou o interesse de Cambruzzi pelo projeto financiado pelo RenovaPR. "Na avicultura se você quer ter qualidade tem que manter a temperatura do barracão em torno de 28 graus, o tempo todo. Com uma produção de qualidade você ganha mais mercado. Para isso, você precisa de energia elétrica que está aumentando todo mês", explicou o produtor.

Pioneirismo
Quando ficou sabendo da existência do programa RenovaPR, Cambruzzi procurou os extensionistas do IDR-Paraná de Dois Vizinhos para fazer o projeto. "Foi difícil porque ainda era novidade para os agentes de crédito. Mas insistimos e conseguimos o projeto e o financiamento no Sicredi", contou o produtor. Segundo Cambruzzi o custo total das 136 placas que serão instaladas na propriedade ficou em R$ 200.000, financiados em dez anos. "Vou pagar R$ 2.000 por mês, sem juros. É menos que os R$2.500 que eu pago de conta de luz atualmente", explicou. O produtor espera que até meados de novembro as placas já estejam instaladas. Ele acredita que a propriedade dele deve ser um modelo para outros produtores do município, já que é pioneiro no uso de energia solar e o primeiro projeto a ser beneficiado pelo RenovaPR em Dois Vizinhos. 

"Já estou contente porque as despesas vão diminuir. No futuro, quando terminar de pagar o financiamento, vai ser mais vantajoso ainda. Esse programa RenovaPR é muito bom para quem tem avicultura ou pecuária leiteira e usa bastante energia elétrica", afirmou Cambruzzi. O ânimo é tamanho, que o produtor já pensa em ampliar os aviários e construir um terceiro, em 2023, já que não vai faltar energia elétrica na propriedade.

O programa
O RenovaPR está aberto aos produtores interessados tanto na instalação de unidades solar fotovoltaicas quanto de biodigestores que transformam a biomassa em energia. Os projetos são recebidos nos escritórios municipais do IDR-Paraná. Caso pretenda aproveitar os benefícios do Banco do Agricultor Paranaense, o produtor deve procurar também o agente financeiro credenciado a esse programa.

O Banco do Agricultor prevê que, em projetos contratados até 31 de dezembro de 2022, o Estado vai assumir integralmente o pagamento das taxas de juros. São passíveis do benefício valores financiados de até R$ 500 mil para energia solar fotovoltaica e de até R$ 1,5 milhão em biodigestor. Nesse processo, a Fomento Paraná, responsável pela gestão administrativa e financeira do Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE), tem papel fundamental como garantidor da compensação assumida pelo Estado. Com o RenovaPR, o produtor tem uma fonte de energia própria e renovável, com a possibilidade de reduzir custos de produção e ampliar suas atividades. Ao mesmo tempo, ele pode tratar dejetos animais e resíduos agrícolas e agroindustriais, promovendo a correta destinação e a adequação ambiental das suas atividades. 

Até o dia 05 de novembro os servidores do IDR-Paraná encaminharam 1.272 propostas para os agentes financeiros. Desse total, 587 já estão com projetos técnicos elaborados para a implantação de energia solar fotovoltaica e com processo de financiamento em fase final. O RenovaPR já investiu mais de R$ 99 milhões em fonte de energia renovável e sustentável no estado. Fonte IDR - PARANÁ.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Castro - PR Atualizado às 18h29 - Fonte: ClimaTempo
12°
Poucas nuvens

Mín. Máx. 19°

Dom 19°C 5°C
Seg 20°C 9°C
Ter 22°C 10°C
Qua 24°C 10°C
Qui 24°C 11°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Ele1 - Criar site de notícias