Super banner Anuncio_MR_970x250
Formação

SENAR-PR reestrutura curso de GPS

Capacitação é o primeiro passo para adentrar no mundo da agricultura de precisão, que permite maior rendimento das lavouras e menor custo de produção

17/03/2020 09h27
Por: Redação
Fonte: Redação
294
Os equipamentos da agricultura de precisão devem ser vistos como ferramenta de gestão, seja técnica ou administrativa.
Os equipamentos da agricultura de precisão devem ser vistos como ferramenta de gestão, seja técnica ou administrativa.

Não é de hoje que a agricultura de precisão está presente nas lavouras brasileiras, proporcionando aprimoramento e controle da agricultura, que se reflete em maiores rendimentos e menores custos de produção. Atento ao uso destas tecnologias, o SENAR-PR já disponibiliza alguns cursos nesta área, no segmento de mecanização. Para que os conteúdos ministrados continuem atuais, em 2019, o SENAR-PR promoveu a reestruturação do curso “Trabalhador volante da agricultura – agricultura de precisão – GPS”, que contou também com a contratação de novos instrutores para atender à crescente demanda dos produtores rurais do Estado.

Segundo o técnico do Departamento Técnico (Detec) do SENAR-PR Neder Corso, o edital de credenciamento contou com 39 candidatos, dos quais nove foram aprovados. “Apesar de focar nos equipamentos de navegação, o treinamento faz uma breve abordagem a respeito da agricultura de precisão, apresenta o mecanismo de funcionamento dos Sistemas Globais de Navegação por Satélite e aborda os diferentes modelos de receptores disponíveis no mercado, destacando as potencialidades de uso na agricultura em função da precisão exigida em cada operação. Este conhecimento vale tanto para os produtores que já possuem receptores, quanto para os que estão pensando em investir, mas ainda têm dúvidas sobre qual o melhor aparelho a adquirir”, explica.

De acordo com o instrutor do curso Pellison Kaminski, de Guarapuava, o uso dos Sistemas de Navegação Global por Satélite (ou GNSS, sigla em inglês de Global Navigation Satellite System), onde se enquadra o GPS, é extremamente útil na atividade rural. “Os usos possíveis vão desde geolocalizar uma coleta de solo, conseguir fazer um piquete bem feito, localizar e/ou saber as coordenadas para o mapeamento de drone ou voo autônomo para depois analisar essa imagem. Enfim, o uso do GPS na parte agrícola é ilimitado, tão grande quanto forem o conhecimento e a imaginação do usuário”, aponta.

Em muitos casos, o GPS é embarcado em máquinas, que realizam a aplicação de insumos em taxas variáveis conforme as condições de cada talhão. Mas não é só isso. “Geralmente, o pessoal já deduz que isso [o uso do GPS] está atrelado à questão mais técnica. Mas existe um apelo muito forte na parte administrativa, de rendimento operacional e isto está ligado a custos. Então os equipamentos da agricultura de precisão devem ser vistos como ferramenta de gestão, seja técnica ou administrativa”, completa Kaminski.

O curso já está disponível para os trabalhadores e produtores rurais. Para agendá-lo, basta procurar o sindicato rural local ou a regional do SENAR-PR mais próxima. Importante lembrar que a empresa e/ou sindicato que solicitar o curso deve dispor de alguns equipamentos básicos, como ao menos um aparelho de GPS da marca Garmin, notebooks e acesso à internet. Fonte Faep.

Ponta Grossa - PR
Atualizado às 18h16
25°
Poucas nuvens Máxima: 28° - Mínima: 18°
25°

Sensação

6.9 km/h

Vento

73.5%

Umidade

Fonte: Climatempo
Brava
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas