Terça, 15 de Junho de 2021 15:45
42988489296
Dólar comercial R$ 5,06 -0.3%
Euro R$ 6,13 -0.31%
Peso Argentino R$ 0,05 -0.41%
Bitcoin R$ 220.878,18 +3.068%
Bovespa 129.994,19 pontos -0.16%
Agricultura MENOR SAFRA DE MILHO

Brasil deve produzir menor safra de milho desde 2017/18

Centro-Sul foi impactado por um nível muito baixo de umidade, principalmente entre o início de abril e meados de maio

01/06/2021 14h05 Atualizada há 2 semanas
304
Por: Redação
Segundo revisão de junho do grupo, a produção do cereal (na safrinha) deve atingir 62 milhões de toneladas, queda de 14,7% em relação ao número de maio e de 17,1% em comparação à safra anterior. Foto Sistema CNA/SENAR - Tony Oliveira.
Segundo revisão de junho do grupo, a produção do cereal (na safrinha) deve atingir 62 milhões de toneladas, queda de 14,7% em relação ao número de maio e de 17,1% em comparação à safra anterior. Foto Sistema CNA/SENAR - Tony Oliveira.

StoneX – A expectativa de colher uma safra mais enxuta de milho 2020/21 no Brasil tem sido confirmada pelo desenvolvimento do ciclo de inverno, a safrinha, impactada por um nível muito baixo de umidade, especialmente entre o início de abril e meados de maio no Centro-Sul do país. 

“Ainda que algumas regiões tenham recebido bons volumes de chuvas no final de maio, a precipitação registrada não foi capaz de promover melhoras na safra, apenas limitar danos mais intensos”, avaliou a StoneX, em relatório divulgado nesta terça-feira (01).

Segundo revisão de junho do grupo, a produção do cereal (na safrinha) deve atingir 62 milhões de toneladas, queda de 14,7% em relação ao número de maio e de 17,1% em comparação à safra anterior.

Em meio à brusca redução na oferta proveniente da 2ª safra, a produção total, que considera o número da 3ª safra da Conab, em 1,9 milhão de toneladas, recuou para 89,7 milhões de toneladas, o menor volume desde a temporada 2017/18.

Mesmo diante de um cenário de significativa retração na disponibilidade do cereal no Brasil e em um quadro de preços muito fortalecidos, a demanda doméstica por milho segue firme. Apesar da leve redução na estimativa de consumo interno da StoneX, para 71,5 milhões de toneladas, o volume ainda seria um recorde.

Pelo lado do comércio internacional, a importação do cereal foi elevada para 2,5 milhões de toneladas pelo grupo, enquanto as exportações foram reduzidas para 21 milhões. “Ambas as alterações são reflexos da combinação entre a menor oferta de milho do país e os elevados preços pedidos pelo grão”, resume. 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Castro - PR
Atualizado às 15h29 - Fonte: Climatempo
20°
Poucas nuvens

Mín. Máx. 20°

20° Sensação
3.2 km/h Vento
44.1% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (16/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 14°

Sol com muitas nuvens
Quinta (17/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 13°

Nublado
Ele1 - Criar site de notícias