Domingo, 24 de Janeiro de 2021 21:59
42988489296
Dólar comercial R$ 5,48 2.142%
Euro R$ 6,67 +2.24%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.01%
Bitcoin R$ 189.525,43 -2.501%
Bovespa 117.380,49 pontos -0.8%
Agricultura PÓS-COLHEITA

Embrapa disponibiliza publicações relacionadas a perdas pós-colheita de hortaliças

As publicações envolvem levantamentos sobre perdas de hortaliças realizados no período de 2017/2019 pelos pesquisadores da Embrapa Hortaliças Milza Lana e Antônio Moita.

08/01/2021 10h17 Atualizada há 2 semanas
212
Por: Redação
Os resultados apresentados são dirigidos ao mercado varejista, aos fornecedores, a gestores públicos, para que os dados possam ser usados para melhorar o manuseio de hortaliças no âmbito da cadeia produtiva
Os resultados apresentados são dirigidos ao mercado varejista, aos fornecedores, a gestores públicos, para que os dados possam ser usados para melhorar o manuseio de hortaliças no âmbito da cadeia produtiva

Qualidade visual e perdas pós-colheita de hortaliças folhosas no varejo: dois estudos de caso no Distrito Federal, BrasilQuantification of vegetable loss at retail market - methodology proposed for leafy vegetables Metodologia para avaliação de perdas na colheita e no beneficiamento de cenoura. Essas publicações disponibilizadas na série Documentos e no Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, respectivamente, envolvem levantamentos sobre perdas de hortaliças realizados no período de 2017/2019 pelos pesquisadores da Embrapa Hortaliças Milza Lana e Antônio Moita.

A primeira publicação responde às questões relacionadas à qualidade visual das hortaliças folhosas recebidas no mercado varejista do Distrito Federal, ao volume de descarte desses produtos no varejo, às causas do descarte e como todas essas variáveis são influenciadas pela espécie hortícola, pelos fornecedores e pelas lojas avaliadas.

“Os resultados apresentados são dirigidos ao mercado varejista, aos fornecedores, a gestores públicos do Distrito Federal e a técnicos da Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), para que os dados possam ser usados para melhorar o manuseio de hortaliças no âmbito da cadeia produtiva”, informa a pesquisadora.

A segunda publicação detalha e discute os pontos fortes e pontos fracos da metodologia usada nos dois levantamentos apresentados na primeira, nesse caso com abordagem voltada para pesquisadores. “A redação é em inglês, porque a convite do MAPA participo de discussões na UNECE sobre esse tema e assim posso submeter meu trabalho à apreciação do grupo e contribuir mais efetivamente com a discussão sobre o tema a nível internacional”, explica Lana.

Uma proposta de uma metodologia de avaliação de perda, ainda em sua fase preliminar, ou seja, no ponto para ser apresentada e receber críticas e sugestões de outros pesquisadores e técnicos de ATER é o cerne da terceira publicação. Para validá-la, a pesquisadora informa que foram feitos quatro levantamentos, ainda não conclusivos, sobre a situação local e regional, mas já com dados que levantam pontos importantes de discussão e um exemplo real de como esses dados foram usados na propriedade onde a metodologia foi validada.

“Nessa fase, me interessa ter o retorno de técnicos que trabalham com a cultura e como ainda vou aplicar a metodologia no campo a partir de 2021, em outros levantamentos, publiquei como Boletim de P&D porque é possível que a metodologia passe por pequenos ajustes”, detalha.

As três publicações trazem os selos dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) números 2 e 12, que representam contribuições da Embrapa Hortaliças para a Agenda 2030. Também atendem às diretrizes da FAO (Food losses and waste in the context of sustainable food systems. A report by the High Level Panel of Experts on Food Security and Nutrition of the Committee on World Food Security) e da CAISAN (Estratégia Intersetorial para a Redução de Perdas e Desperdício de Alimentos no Brasil), qual seja, “quantificar perdas de alimentos e desenvolver pesquisas para medir essas perdas”. Fonte Embrapa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Castro - PR
Atualizado às 21h51 - Fonte: Climatempo
17°
Muitas nuvens

Mín. 16° Máx. 25°

17° Sensação
10.7 km/h Vento
94.9% Umidade do ar
90% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (25/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 24°

Sol com muitas nuvens e chuva
Terça (26/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 25°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias