Terça, 19 de Janeiro de 2021 21:22
42988489296
Tecnologia/Infraestrutura Tecnologia

Uso de blocos de válvulas customizados evita contaminação na área agrícola

Forbio abre nova planta no Paraná e opta por válvulas da GEMÜ que dispensam soldagem

09/09/2020 15h52 Atualizada há 4 meses
379
Por: Redação Fonte: redação
Com o uso do bloco de equipamentos, evita-se a necessidade de soldagem e espaços livres que se tornem pontos de contaminação na fabricação desses produtos altamente sensíveis.
Com o uso do bloco de equipamentos, evita-se a necessidade de soldagem e espaços livres que se tornem pontos de contaminação na fabricação desses produtos altamente sensíveis.

Com o avanço tecnológico e a modernização na agricultura, o mercado exige cada vez mais o desenvolvimento de fertilizantes que usam a biotecnologia, em detrimento do tradicional processo físico-químico de fabricação (rocha fosfática, H2SO4 e H3PO4). E a manufatura desses produtos requer equipamentos que garantam a isenção de qualquer contaminação.

Essa era a necessidade da Forbio, empresa que desenvolve, industrializa e comercializa produtos biológicos para uso na agricultura, entre eles os inoculantes para leguminosas, organismos para controle biológico de pragas e aditivos de sementes.

A nova planta que a empresa abrirá em Apucarana (PR) utiliza blocos de válvulas da GEMÜ Válvulas, Sistemas de Medição e Controle. Ali, serão produzidos inoculantes para leguminosas e gramíneas e bactérias promotoras de crescimento de plantas e aditivos para inoculação.

Com o uso do bloco de equipamentos, evita-se a necessidade de soldagem e espaços livres que se tornem pontos de contaminação na fabricação desses produtos altamente sensíveis.

“As válvulas GEMÜ são utilizadas em planta de processos fermentativos que exigem alto grau de confiabilidade quanto aos processos de limpeza e esterilização, o que garante as especificações de pureza do produto final”, explica o diretor técnico da Forbio, Carlos Schuh. “Além disso, as válvulas GEMÜ são customizáveis de acordo com as necessidades do projeto.”

Em Apucarana, foram utilizadas válvulas para processos sanitários, Válvulas Globo, Válvulas de fundo de tanque tipo B600 e Blocos customizados M600. “Para essa área, a válvula precisa ser do modelo diafragma, em aço inox 316”, explica o gerente geral de vendas da área PFB (farmacêuticos, alimentícia e de biotecnologia) da GEMÜ, Hans Paul Mösl. “Desta forma não haverá resíduos dentro do reator, que é 100% drenável.”

As indústrias de biotecnologia somam diversos novos projetos de ampliação no país, devido à grande demanda do mercado agrícola. O gerente da GEMÜ explica ainda que a parceria entre as duas empresas paranaenses traz rapidez no atendimento. “Somos um fabricante local, com atendimento local e tecnologia alemã, bom estoque e montagem rápida. Isso faz diferença”, explica Mösl. Com assessoria.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Castro - PR
Atualizado às 21h07 - Fonte: Climatempo
20°
Céu encoberto

Mín. 15° Máx. 20°

20° Sensação
21.2 km/h Vento
94.6% Umidade do ar
90% (30mm) Chance de chuva
Amanhã (20/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 21°

Sol com muitas nuvens e chuva
Quinta (21/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 23°

Sol com muitas nuvens e chuva
Ele1 - Criar site de notícias