Domingo, 20 de Setembro de 2020
42988489296
Dólar comercial R$ 5,38 2.768%
Euro R$ 6,38 +2.776%
Peso Argentino R$ 0,07 +2.874%
Bitcoin R$ 62.001,17 -0.062%
Bovespa 98.289,71 pontos -1.81%
Agricultura Boletim agropecuário

Boletim agropecuário do PR destaca retomada do plantio de mandioca

Documento publicado semanalmente pelo Deral analisa as condições de plantio, desenvolvimento, colheita e comercialização das principais culturas paranaenses

07/09/2020 14h32
200
Por: Redação Fonte: Redação
A mandioca é uma cultura que exige grande quantidade de mão de obra, sobretudo na colheita. Apesar de haver pesquisas avançadas em relação à mecanização, o trabalho braçal ainda não foi substituído. Foto AEN.
A mandioca é uma cultura que exige grande quantidade de mão de obra, sobretudo na colheita. Apesar de haver pesquisas avançadas em relação à mecanização, o trabalho braçal ainda não foi substituído. Foto AEN.

A retomada do plantio da mandioca, favorecida pelas condições climáticas, é destaque no Boletim Semanal de Conjuntura Agropecuária, referente à semana de 30 de agosto a 4 de setembro. O documento é produzido por técnicos do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná.

Com o fim das intensas chuvas na última semana de agosto, os produtores de mandioca retomaram, neste início de setembro, o plantio da nova safra. Ainda que haja produto para ser colhido, a preferência é pela plantação. No Noroeste do Estado, ela já está praticamente encerrada e, nas demais regiões, intensifica-se de agora até meados de novembro.

A mandioca é uma cultura que exige grande quantidade de mão de obra, sobretudo na colheita. Apesar de haver pesquisas avançadas em relação à mecanização, o trabalho braçal ainda não foi substituído. A colheita deste ano é bastante afetada, visto a necessidade de cuidados extras, como o transporte com menos trabalhadores, por exemplo, devido ao novo coronavírus.  

Também como consequência da pandemia, a comercialização da fécula foi reduzida, pois muitas indústrias paralisaram suas atividades. Em grande parte desse período, as maiores vendas foram para o consumo da indústria alimentícia, principalmente panificação e tapioca. O Paraná é o segundo produtor de mandioca do País e o primeiro em fécula.

O boletim desta semana traz, ainda, um balanço das consequências das chuvas, da queda de temperatura e das geadas observadas na segunda metade de agosto para a olericultura. Os relatórios de campo apontam danos pontuais na produção, transporte, comercialização e abastecimento de hortaliças.

Os produtores de milho aproveitam o clima favorável dos últimos dias e também avançam no plantio da primeira safra, atingindo 9% da área estimada de 359 mil hectares. É a mesma situação do feijão, que está com cerca de 7% da área semeada. Já a soja terá o plantio iniciado nos próximos dias, já que o vazio sanitário acaba no dia 10.

O documento produzido pelos técnicos do Deral analisa também a produção do abacaxi tanto no Brasil quanto no Paraná. Em relação à pecuária, há informações a respeito da evolução do preço da arroba do boi e do mercado da avicultura. Fonte AEN.

Veja aqui o Boletim na íntegra.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ponta Grossa - PR
Atualizado às 16h55 - Fonte: Climatempo
17°
Muitas nuvens

Mín. 11° Máx. 17°

17° Sensação
18.4 km/h Vento
67.4% Umidade do ar
40% (2mm) Chance de chuva
Amanhã (21/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. Máx. 15°

Nublado
Terça (22/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 10° Máx. 15°

Nublado
Ele1 - Criar site de notícias