Terça, 04 de Agosto de 2020
42988489296
Eventos Curso Hortaliças

Curso on-line vai ensinar como cultivar espécies de Plantas Alimentícias Não Convencionais (Panc) em pequenos espaços

Foram disponibilizadas 10 mil vagas para a primeira turma, número que poderá ser ampliado a depender do público interessado em conhecer as espécies das Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) e aprender sobre o seu cultivo em quintais, varandas e pequenos estabelecimentos rurais.

08/07/2020 15h58
335
Por: Redação Fonte: Redação
No curso, o participante vai conhecer formas de começar uma horta PANC, como a preparação de compostagem e vermicompostagem, o uso de adubação verde, quais recipientes e solos mais adequados.
No curso, o participante vai conhecer formas de começar uma horta PANC, como a preparação de compostagem e vermicompostagem, o uso de adubação verde, quais recipientes e solos mais adequados.

“Produção de PANC para consumo doméstico” é o mais novo curso on-line oferecido pela Embrapa Hortaliças (Brasília, DF), com inscrições abertas a partir desta segunda-feira (6/07), pelo site www.embrapa.br/e-campo. Foram disponibilizadas 10 mil vagas para a primeira turma, número que poderá ser ampliado a depender do público interessado em conhecer as espécies das Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) e aprender sobre o seu cultivo em quintais, varandas e pequenos estabelecimentos rurais.

O tema faz parte da programação da AgroBrasília Digital 2020 e será apresentado durante a live que acontece no dia sete de julho, no horário de 10 às 11 horas, pelo canal da Embrapa no YouTube, e que contará também com o lançamento da nova cultivar de cenoura para cultivo orgânico BRS Paranoá. 

Tendo a rusticidade como principal característica, essas plantas apresentam qualidades nutricionais que representam um importante papel para a segurança alimentar das famílias, que terão à sua disposição alimentos que fornecem os nutrientes necessários para uma dieta saudável e diversificada.

São mais de 300 espécies catalogadas como PANC, sendo que 50 dessas plantas estão sendo objeto de ações de recuperação e multiplicação na Embrapa Hortaliças. O curso contempla as espécies mais conhecidas como almeirão-de-árvore, amaranto, azedinha, beldroega, bertalha, capuchinha, cará-do-ar, caruru, chaya, chuchu-de-vento, dente-de-leão, fisális, jambu, major-gomes, mangarito, moringa, muricato, ora-pro-nóbis, peixinho, serralha, taioba e vinagreira.

“Além do debate acerca da segurança alimentar, a produção e consumo das hortaliças PANC também é uma forma de resgate histórico-cultural dos tempos em que o Brasil era um país predominantemente rural”, assinala o pesquisador Nuno Madeira, que desde 2006 vem coordenando os trabalhos com essas plantas. Segundo ele, “o plantio de uma horta doméstica com hortaliças PANC é muito mais facilitado, menos custoso e resistente a intempéries, uma vantagem em tempos de mudanças climáticas”.

O pesquisador acrescenta que, além de otimizar as formas de plantio em ambiente doméstico, o curso também vai contar com outras atrações. “Para contribuirmos com esse resgate, vamos apresentar receitas e outras informações culturais interessantes sobre várias espécies de PANC”.

Programação

No curso, o participante vai conhecer formas de começar uma horta PANC, como a preparação de compostagem e vermicompostagem, o uso de adubação verde, quais recipientes e solos mais adequados. E, ainda, planejar a produção de acordo com o espaço disponível, escolher as hortaliças PANC mais apropriadas e onde encontrar sementes e mudas para iniciar sua horta. Na programação também estão incluídos vídeos, leituras complementares e uma avaliação de aprendizagem.

Parceiros

O conteúdo do curso teve a participação de instituições parceiras, a exemplo do Instituto Kairós, de onde partiu a ideia de uma abordagem sobre a temática. De acordo com o chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia (TT) Henrique Carvalho, o sucesso do curso "Hortas em Pequenos Espaços" foi apontado pela gestora do instituto, Ana Flávia Borges, como possível de ser replicado com as PANC. 

“Em contato com a equipe de TT, ela apontou o potencial das espécies, não apenas como fonte de nutrientes e de segurança alimentar, mas também pela possibilidade de serem cultivadas em quintais, jardins e vasos, com baixo custo e pouco esforço de manutenção”, destaca Carvalho.

Além do Instituto Kairós, a construção dos tópicos relacionados ao cultivo de dessas espécies contou com o apoio de outras instituições. Matos de Comer, Isto é Panc?, Horta da FMUSP, PANC na City, Come-se, Casa da Videira,VP Centro de Nutrição Funcional, Projeto Inova na Horta Jundiaí, Projeto Horta Panc do Hospital São Camilo, Projeto Cuidar dos Cuidadores,  Muda- Movimento Urbano de Agroecologia, Movimento Slow Food, CHAS-Comissão Horta, Alimentação e Sustentabilidade da EMEF Desembargador Amorim Lima; RAS, É Hora da Horta, Sabor de Fazenda, ASPTA e Associação Biodinâmica - que vêm atuando em conjunto com a Embrapa Hortaliças no resgate dessas espécies - foram igualmente parceiras na elaboração do conteúdo que será apresentado aos alunos. Fonte Embrapa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ponta Grossa - PR
Atualizado às 07h50 - Fonte: Climatempo
10°
Nevoeiro

Mín. Máx. 22°

° Sensação
13.1 km/h Vento
86.8% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (05/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 10° Máx. 23°

Sol com algumas nuvens
Quinta (06/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 11° Máx. 24°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias