Sexta, 14 de Agosto de 2020
42988489296
Dólar comercial R$ 5,37 -1.563%
Euro R$ 6,34 -1.077%
Peso Argentino R$ 0,07 -1.075%
Bitcoin R$ 66.659,62 +0.318%
Bovespa 100.460,6 pontos -1.62%
Agricultura Mandioca

Boletim destaca mandioca entre as culturas paranaenses

Documento publicado semanalmente por técnicos do Deral (Departamento de Economia Rural) apresenta o estágio de produção e desafios de mercado para produtos agropecuários paranaenses

03/07/2020 15h31 Atualizada há 1 mês
318
Por: Redação Fonte: Redação
A previsão é que o Paraná produza cerca de 3,4 milhões de toneladas de mandioca.
A previsão é que o Paraná produza cerca de 3,4 milhões de toneladas de mandioca.

A Divisão de Conjuntura Agropecuária, do Deral (Departamento de Economia Rural), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, divulgou nesta sexta-feira (03) o Boletim Semanal (http://www.agricultura.pr.gov.br/Pagina/Conjuntura-Boletim-Semanal-092020) analisando o estágio de produção e o preço de diversos produtos agropecuários. Entre os destaques, a mandioca, da qual o Paraná é o segundo produtor nacional.

A previsão é que o Paraná produza cerca de 3,4 milhões de toneladas do produto. Se confirmada, será uma produção 10% superior à da safra anterior, apesar de a área plantada ter crescido apenas 4%. Até agora foram colhidos 42% dos 141,1 mil hectares cultivados, mas os produtores já preparam terreno para a próxima safra.

GRÃOS - A segunda safra de feijão está praticamente colhida no Paraná, restando apenas 1%. Mas a estiagem prolongada em grande parte do primeiro semestre do ano pode levar a uma quebra de cerca de 40% no total a ser colhido, o que representa 174 mil toneladas a menos. A falta de chuva também pode comprometer a qualidade de parte das 263 mil de toneladas previstas, com grãos em diâmetro não uniforme. Fonte AEN.

Para o milho, o ciclone extratropical desta semana provocou impactos pontuais, que poderão acarretar menor produtividade em algumas regiões. Segundo o boletim, o mais comum nesses casos é a planta sofrer o processo de acamamento, com a perda da posição original, dificultando a colheita ou provocando perdas na produção e na qualidade do cereal.

AVICULTURA - Entre outras análises encontradas no boletim, está a que se refere à avicultura de corte. Ela vivencia, neste início de julho, alguns fatores adversos: elevação dos custos de produção, fraca demanda no mercado interno que afeta os preços e a incidência da Covid-19 em algumas plantas frigoríficas, que levou à suspensão da habilitação de algumas para exportação à China.

O boletim traz, ainda, considerações dos técnicos do Departamento de Economia Rural sobre a pecuária leiteira e as culturas de trigo e soja. A olericultura é destacada a partir da análise sobre batata e tomate, enquanto na fruticultura a discussão que se coloca é em relação aos entraves para o Brasil alcançar a marca de US$ 1 bilhão em exportações.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ponta Grossa - PR
Atualizado às 02h48 - Fonte: Climatempo
15°
Pancada de chuva

Mín. 14° Máx. 25°

15° Sensação
6.4 km/h Vento
80.9% Umidade do ar
90% (16mm) Chance de chuva
Amanhã (15/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 21°

Chuvoso
Domingo (16/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 19°

Chuvoso
Ele1 - Criar site de notícias